domingo, 27 de julho de 2014




"Está errada a educação que não reconhece na justa raiva, na raiva que protesta contra as injustiças, contra a deslealdade, contra o desamor, contra a exploração e a violência um papel altamente formador. O que a raiva não pode é, perdendo os limites que a confirmam, perder-se em raivosidade que corre sempre o risco de se alongar em odiosidade." [Paulo Freire, Pedagogia da Autonomia]

Nenhum comentário:

Postar um comentário