terça-feira, 24 de julho de 2012

Reflexão


















Está fora
de meu alcance
o meu fim

Sei só até
onde sou

contemporâneo
de mim

[Ferreira Gullar]

Nenhum comentário:

Postar um comentário