quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Os dançarinos do arame

   

















   Dentro das atuais coordenadas do espaço e do 
tempo, aqui nos vamos equilibrando sobre este fio 
de vida... 
   Que rede de segurança, pensamos nós, cheios de
esperança e medo, que rede de segurança nos aparará?

[Mario Quintana, Caderno H]

Nenhum comentário:

Postar um comentário