terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Doomsday

















Será quando a trombeta ressoe, como escreve São João o
Teólogo.
Foi em 1757, segundo o testemunho de Swedenborg.
Foi em Israel quando a loba cravou na cruz a carne de
Cristo, mas não só então.
Ocorre em cada pulsação de teu sangue.
Não há um instante que não possa ser a cratera do Inferno.
Não há um instante que não possa ser a água do Paraíso.
Não há um instante que não esteja carregado como uma arma.
Em cada instante podes ser Caim ou Sidarta, a máscara ou o
rosto.
Em cada instante pode te revelar seu amor Helena de Tróia.
Em cada instante o galo pode ter cantado três vezes.
Em cada instante a clepsidra deixa cair a última gota.

[Jorge Luis Borges]

Nenhum comentário:

Postar um comentário