sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Filosofia da Ciência: introdução ao jogo e suas regras

Alguns trechos e citações que retirei do livro "Filosofia da Ciência: introdução ao jogo e suas regras", de Rubem Alves. Pessoalmente, eu gostei muito do livro. Trata de maneira bem crítica e esclarecedora, por vezes surpreendente, aquilo que entendemos como "ciência".


"O místico crê num Deus desconhecido. O pensador e o cientista crêem numa ordem desconhecida. É difícil dizer qual deles sobrepuja o outro em sua devoção não-racional." (L.L. White, The Act of Creation)

"Em todos os raciocínios derivados da experiência existe um passo dado pela mente que não é apoiado por nenhum argumento ou processo do entendimento." (David Hume, An Inquiry Concerning of Human Undertanding)

"(...) a razão só pode compreender aquilo que ela mesma produz de acordo com um plano que ela mesma elaborou (...). A razão, assim, se aproxima da natureza não como um aluno que ouve tudo que o professor se decide a dizer, mas como um juiz que obriga a testemunha a responder questões que ele formulou." (Kant, Crítica da razão pura, prefácio à segunda edição)

"Os fatos não se organizam em conceitos e teorias se simplesmente os contemplamos. Na verdade, exceto no contexto de conceitos e teorias, não há fatos científicos, mas apenas caos. Existe um fator a priori inevitável em todo trabalho científico. Perguntas devem ser levantadas antes que respostas possam ser dadas." (Gunnar Myrdal, Objectivity in Social Research)

"Uma ordem social já estabelecida tende a privilegiar as formas passadas de pensar, pois a novidade é sempre imprevisível, incontrolável, subversiva." (Rubem Alves, Filosofia da Ciência)

"O pensamento indutivo se levantou contra a ciência medieval, que pretendia ampliar o conhecimento da natureza por meio da dedução. Mas a dedução não serve para ampliar o conhecimento de coisa alguma. Ela só serve para garantir o rigor do caminho seguido pelo pensamento, quando ele pensa sobre si mesmo. Tal é o caso da lógica e da matemática." (Rubem Alves, Filosofia da Ciência)

"Não é o raciocínio (lógico) que nos leva a supor que o passado é semelhante ao futuro e a esperar efeitos semelhantes de causas que são aparentemente semelhantes." (David Hume)

"As mudanças mais fundamentais em qualquer ciência comumente resultam não da invenção de novas técnicas de pesquisa, mas antes de novas maneiras de olhar para os dados, dados estes que podem ter existido por longo tempo." (Alvin Gouldner)

"O discurso científico tem a intenção confessada de produzir conhecimento, numa busca sem fim da verdade." (Rubem Alves, Filosofia da Ciência)

"Teorias científicas podem ser metodicamente testadas e é isso que separa o discurso da ciência de todos os demais discursos." (Rubem Alves, Filosofia da Ciência)

"Cada cientista consciente deveria lutar contra a sua própria teoria. É isso que o torna uma pessoa capaz de perceber o novo." (Rubem Alves, Filosofia da Ciência)

Nenhum comentário:

Postar um comentário