segunda-feira, 23 de novembro de 2009

O coração do poeta quebrou-se.

O meu coração

O meu coração quebrou-se
Como um bocado de vidro
Quis viver e enganou-se...

Fernando Pessoa
(1888-1935)

Nenhum comentário:

Postar um comentário