quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Acauã














Acauã, acauã vive cantando
Durante o tempo do verão
No silêncio das tardes agourando
Chamando a seca pro sertão
Chamando a seca pro sertão
Acauã,
Acauã,
Teu canto é penoso e faz medo
Te cala acauã,
Que é pra chuva voltar cedo
Que é pra chuva voltar cedo
Toda noite no sertão
Canta o João Corta-Pau
A coruja, mãe da lua
A peitica e o bacurau
Na alegria do inverno
Canta sapo, gia e rã
Mas na tristeza da seca
Só se ouve acauã
Só se ouve acauã
Acauã, Acauã...


Luiz Gonzaga

Um comentário:

  1. Me lembrou do tempo em que dancei em um grupo de tradições populares (Acauã da Serra). Não por menos...
    Cantava isso com um orgulho no peito e sorriso largo.
    hihihih

    ;*

    ResponderExcluir