sábado, 29 de agosto de 2009



E andavam para o Sul, metidos naquele sonho. Uma cidade
grande, cheia de pessoas fortes Os meninos em escolas,
aprendendo coisas difíceis e necessárias. Eles dois velhinhos,
acabando-se como uns cachorros, inúteis, acabando-se como
Baleia. Que iriam fazer? Retardaram-se temerosos. Chegariam
a uma terra desconhecida e civilizada, ficariam presos nela.
E o sertão continuaria a mandar gente para lá. O sertão mandaria
para a cidade homens fortes, brutos, como Fabiano, Sinhá Vitória
e os dois meninos.

Graciliano Ramos
(Vidas secas)

Nenhum comentário:

Postar um comentário